domingo, 7 de julho de 2019

Perdemos João Gilberto, pai da moderna música brasileira

Após estar muito doente e quase incapacitado, além de estar e condições financeiras ruins, o criador da Bossa Nova, estilo musical que colocou o Brasil no mapa musical mundial, João Gilberto, faleceu ontem, por causa ainda não informada.

Membros de nossa equipe são fãs de João Gilberto. Mas a morte não nos chocou porque sabíamos sua luta pela saúde inalcançada. Infelizmente, ele morreria, cedo ou tarde. Mas não foi apenas ele que morreu. A música brasileira havia morrido antes. 

Há tempos que não aparece o Brasil algum jovem músico capaz de fazer algo que superasse o mediano. João Gilberto representou o auge de produção da música brasileira. Seus primeiros álbuns são verdadeiras obras primas. 

Por isso não consideramos João apenas como o criador da Bossa Nova, mas também o pai da música brasileira moderna. Podemos separar a fase da música brasileira em Antes de João Gilberto e Depois de João Gilberto. Nada seria o mesmo após o lanamento de Chega de Saudade.

Além o destilo único que interferia até mesmo nas músicas em que não compunha (Gilberto compunha pouco, mas criava os arranjos para as música que gravava), o cantor tinha um ouvido apurado, exigindo ambiente e técnica que fossem sonoramente adequados às suas performances. 

Esta e outra qualidades fizeram de João Gilberto um artista único, a ponto de ser mundialmente conhecido e admirado. Bandas e cantores estrangeiros como Style Council, Matt Bianco, Sade, Dream Academy, Prefab Sprout, etc., já gravaram canções claramente influenciadas pelo estilo do cantor baiano, criando uma espécie de modismo de New Bossa na Inglaterra da segunda metade dos anos 80.

Isso só foi um exemplo, por nós aqui sermos da geração que curtiu a música inglesa dos anos 80, mas a influência de Gilberto na música mundial foi muito maior que isso, a ponto do disco com o jazzista Stan Getz ser um dos melhores discos já gravados em todos os tempos no mundo.

Mesmo aposentado e doente, ficamos tristes com a morte de João Gilberto. Mais tristes ainda em saber que um dos maiores músicos brasileiros de todos os tempos se encontrava em situação deplorável no fim da vida. Um verdadeiro sinal de ingratidão dos brasileiros diante de quem melhorou a qualidade de toda a música em nosso país, além de te-la tornado famosa em todo o mundo.

Por isso, fica aqui o nosso abraço eterno aquele que nos ajudou a sermos mais felizes com suas canções. Valeu João Gilberto. E chega de saudade! Você é eterno.

Nenhum comentário: