domingo, 30 de agosto de 2015

Zorra melhorou mas sofre com antigo estigma

Diz o ditado que a primeira impressão é a que vale. Sempre é bom mostrarmos competência desde o início, pois se formos incompetentes por muito tempo e consagrarmos essa incompetência, ficaremos tachados de ruins pela eternidade, sem atrair qualquer credibilidade.

Eu tenho assistido o Zorra desde que ele mudou de perfil. Mudou radicalmente, trocando um humor radiofônico (ele surgiu para competir com a Praça é Nossa, especialista neste tipo de humor arcaico com base em bordões), mais ao agrado do povão, por um humor mas inteligente, inspirado em programas como o Cilada, o A TV na TV e o Porta dos Fundos.

Mas ainda leio muitas críticas ao programa como se nada tivesse mudado. Temerosos do estigma consagrado pela fase ruim, muita gente ainda não assistiu o novo Zorra, naquela onda de "não vi, não gostei", Enquanto isso programas como Pânico e CQC, representantes do novo humor de povão, só pioram e chovem elogios e audiência. Sabe-se lá porquê.

Acho que falta um pouco de coerência para as pessoas. Brasileiros se guiam por estigmas e estereótipos aprovando e reprovando muitas vezes sem justiça, o que faz com que incompetentes vivam tomando o lugar de competentes todos os dias.

sábado, 29 de agosto de 2015

Sonhos de Morpehus, 29/08/2015


Mais uma edição da coletânea de links interessantes que informa e diverte todo mundo!

1. A conhecida Galo Branco é a primeira empresa fluminense a adquirir o novo Marcopolo Ideale reformulado. E ficou lindo. Veja. Link

2. A Chloe Grace Moretz tem as pernas mais incríveis que uma mulher é capaz de ter. Não acredita? Veja! Nunca houve mulher como ela! Link

3. Se você está lendo esta postagem, é porque não seguiu o conselho dado por este texto. Link

4. Hailee Steinfeld de cara limpa é ainda mais linda. Confira. Link

5. Comer sapo significa se ferrar. Quero dizer, comer sapo literalmente. Link

6. Flamengo 0 x Apartheid 10. Link

7. A eterna Hermione é muito gostosa. E não é fantasia não, é fato! Link

8. A Mattel não se toucou que deveria lançar a ainda excelente remessa de carrinhos Matchbox no Brasil e não essa porcaria de Hot Wheels, esta cada vez pior. Link

9. Três motivos para Zuckerberg sorrir e um para ele chorar. Link

10. A líder religiosa mais linda e gostosa do mundo é uma atriz conhecida nossa. Amém? Link

11. Lula entrega põe a sua própria cabeça na guilhotina e dá mais motivos para coxinhas pensarem que estão com a razão. Link

12. Álbum da vez: a lindíssima e charmosa Aimée Duff e sua sofisticada soul music made in EnglandLink

13. O mito de caridade de Madre Teresa de Calcutá era uma farsa. Link

14. Comil lança novo modelo de ônibus para driblar a crise. Link

15. Jesus não era cristão. E porque deveria ser? Link

16. A garota mais aplaudida na semana pela sua lição de maturidade, sensatez e boa informação, Rowan Blanchard, lança novo filme. Link

17. Estranho OVNI que pode ser um drone foi filmado por garoto que alega ter sido perseguido pelo objeto. Link

18. Deixem a Susana Vieira namorar em paz, ora! Se os velhotes caidaços podem posar de galãs, porque não uma cougar enxuta?  Link

19. Armadilha para capturar safado: perfis de mulheres no site de traição Ashley Madison eram falsos. Os homens-galinhas piram. Có-có-có! Trouxas! Link

20. Além de Miley Cyrus ter confundido vulgaridade com maturidade, ela é uma destrambelhada que não sabe o que quer, embora pense que sabe. Link

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Maroon 5 em Salvador: acabou a monocultura do axé?

Quando eu morava em Salvador, havia o monopólio "cultural" (o que é cultura afinal?) conhecido como axé-music. Era uma jeremiada cantando musicas com letras sem sentido que basicamente faziam elogiosa a cidade, puxava o saco da negritude e fazia apologias meio infantiloides ao sexo. Uma verdadeira bobagem, tratada como "patrimônio cultural".

Como era algo de gosto duvidoso, para se manter ele teve que impor um domínio que resultou numa monocultura. Para evitar comparações com rudo que fosse mais consistente, o que poderia deixar claros os defeitos da axé music e de ritmos relacionados, foi imposta uma espécie de censura a tudo que fosse estranho ao meio. 

Grupos de rock nacional até poderiam tocar, desde que na condição de coadjuvantes, fazendo curtos shows de abertura para axezeiros. Estrangeiros, quando muito, só hasbeens (nomes fora de moda, esquecidos pelo público em geral). Popstars do momento seriam vetados, mesmo fazendo música comercial de tantã. Se fizer música intelectual? Xiiiii...

Mas com a decadência da axé-music, que se limitou nos últimos 10 anos a correr atrás da própria bunda, o mercado teve que abrir. A capital brasileira da diversidade se lembrou de sua vocação e deu um estridente "NÃO!" para a monocultura, exigindo a diversidade cultural. pelo jeito foram atendidos, já que não fazia mais sentido impor um embargo para favorecer um gênero musical em evidente processo de deterioração, como um cadáver apodrecido e fedorento.

Maroon 5: um nome em alta chega aos palcos baianos

Eis que é anunciado para março do ano que vem a turnê brasileira da banda de soul-rock Maroon 5. A banda incluiu salvador entre as cidades onde irá tocar. Uma banda altamente popular, que faz musica comercial de qualidade e cujo vocalista, Adam Levine considerado o galã do momento na música e casado com uma das mais caras modelos do mundo, além de ser jurado do show de calouros mais popular da atualidade, o The Voice.

Um show de uma banda assim em terras baianas, sem o mico do playback da fraca A-Ha, cerca de 20 anos atrás, é um bom sinal de mudanças. Claro que as últimas edições do Festival de Verão, após anos de edições só com gringos hasbeen, se esforçou em levar para a capital baiana alguns nomes relativamente populares com a Kesha. Mas o Maroon 5 tem gigantesca popularidade e visibilidade na mídia e ainda por cima faz boa música, mesmo radiofônica.

É um grande salto no mercado de shows em Salvador, que aos poucos se livra dos entulhos da modorrenta axé-music, uma invenção tosca do governo baiano que serviu para imobilizar o criativo povo após  fim da ditadura, evitando que uma nova cena cultural intelectualmente forte como a que houve nos anos 50 e 60 ressurgisse e impedisse os poderosos de manobrar as massas.

Sinal de novos tempos na cultura baiana? Espero que sim. Que cheguem shows de nomes ainda melhores para Salvador. Maroon 5 já é um bom começo.

domingo, 23 de agosto de 2015

Sonhos de Morpheus, 23/08/2015


Domingo de monotonia na internet? Vamos dar um jeito nisso! Mais links para vocês se divertirem e se informarem!

1. É mais que lógico que esse negócio de levar pessoas comuns para marte não iria dar certo. Link

2. Fim de linhas de ônibus que ligam Zonas Norte e Sul do Rio de Janeiro podem gerar apartheid social. Link

3. A melhor definição que eu já li sobre as manifestações recentes anti-governo. Link

4, Esta propaganda de ônibus canadense seria impossível no sistema de transporte do Brasil de hoje. Link

5. O que os brasileiros chamam de "Espiritismo" é uma farsa confusa e contraditória. Link

6. As jornalistas são as mulheres mais desejadas do país. Fatos comprovam. Link

7. As estonteantes morenas Maia Mitchell e Lucy Hale juntas? Yes, PleaseLink

8. Álbum da vez: Human Racing, do subestimado gênio Nik Kershaw, lançado em 1984. Estou ouvindo sem parar nos últimos dias. Recomendável. Link

9. Jesus de Nazaré não era Cristão. Essa você não sabia, não é? Link

10. Nos anos 90 só se falava em Paula Abdul, cantora de sucesso nas rádios e coreógrafa de muitos filmes juvenis. Acreditem, ela ainda existe, está ativa e ainda e a maior gata! Link

11. Tempestade causa perda de danos no Google da Bélgica. Já pensou se fosse aqui? Link

12. O PMDB e a catastrófica decadência do Rio de Janeiro. Link

13. Há cerca de 15 anos atrás, uma das mulheres mais lindas e cultas da atualidade começava a se mostrar para o mundo. Link

14. Acreditem, sair da Globo foi a melhor coisa que aconteceu com a Xuxa. Link

15. Depois do chilique coxinha de domingo, na quinta foi a vez da verdadeira manifestação popular, pedindo respeito a democracia. Link

16. A talentosa Jennifer Lawrence não precisa disso, mas sabe que se unir aos Jenners/Kardashians é um meio de ter aparição garantida e constante na mídia. Link

17. Sites importantes foram invadidos e infectados com malware. Fiquem de olho! Link

18. Hailee Steinfeld continua angariando experiência musical, fazendo parceria com outros cantores. Desta vez é com o cantor e ator juvenil Husdon Thames. A versão instrumental foi divulgada, enquanto a definitiva já está a venda. Link

19. Falando em Hailee, ela pode estar disputando o coração do fedelho Justin Bieber com a belíssima modelo Xenia Deli. No próximo VMA isso será revelado. Xiii... Link

20. Gigantesca água viva, com quatro tentáculos bem grossos que parecem feitos de plástico, foi filmada em oportunidade única. Eu nunca tinha visto algo parecido. Link

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Porquê as "mais desejadas" do país não são tão desejadas

Nosso país é cheio de absurdos e contradições. De uma sociedade que acha que uma vitória em um campeonato de futebol é mais importante do que qualidade de vida, se pode esperar tudo.

Existe um tipo de mulher programado propositadamente para virar musa. Ou seja, elas são criadas com a finalidade de serem "símbolos sexuais". Elas não são símbolos sexuais porque possuem qualidades para tanto. Elas são símbolos sexuais porque elas são criadas para isso. Podemos chamá-las de "símbolos sexuais de proveta".

Também conhecidas como "popozudas" ou simplesmente "boazudas", elas nada fazem além do que é proposto: estimular a excitação masculina. Como exemplos desse tipo temos as dançarinas de "funk" e "pagode", BBBs e ex-BBBs, paniquetes, "ring girls" e outras que só vivem de mostrar seus corpos. É claro que para despistar, é criado todo um aparato para parecer que elas estão sendo valorizadas "por acaso", como se elas não tivessem sido criadas para serem "símbolos sexuais".

A estranha solidão das "boazudas"

O que é estranho neste tipo de mulher é que a maioria esmagadora delas admitem estar "solteiras". Como as mulheres"mais desejadas do país" estão sozinhas, curtindo uma solidão crônica? Há várias hipóteses para isso.

A mais plausível é que, por serem símbolos sexuais programados - e elas ganham salários para tal - elas são obrigadas a permanecerem sozinhas. Há exceções, como a Gracyanne Barbosa, que assumiu publicamente o romance com o pagodeiro Belo (normalmente quando assumem um namoro, sempre é com um homem com pinta de "peão", mesmo que tenha enriquecido posteriormente), mas no geral, tem que assumir publicamente que estão sozinhas. Por contrato, elas tem que estar "casadas com os fãs".

É muito chato para os fãs de mulheres saber que a sua musa é comprometida. Isso prejudica vendagens e lucros em geral. Uma paniquete, ao ser descoberta casada, teve que ser demitida (e depois readmitida, ao ser descoberta a manobra - pegou mal). Estranhamente, várias musas dão a entender que são casadas, tem filhos e tudo, mas escondem os maridos para não prejudicarem suas carreiras.

Há outra hipótese, menos provável, já que ainda existe muito machismo por aí (elas são musas perfeitas para machistas), é que elas estão realmente encalhadas porque sua vulgaridade espanta dos homens. É até possível que aconteça em alguns casos, mas não é uma regra geral. Para quase todas estarem numa mesma situação, deveria haver um número quase zero de machistas. Além disso, o motivo que faz com que homens "de classe" (principalmente executivos e profissionais liberais) recusem essas mulheres pode não ser a vulgaridade e sim a facilidade desse tipo de musa de cometer gafes por causa desta vulgaridade. Sem falar que a maioria dessas boazudas vem das classes pobres, fazendo a rejeição dos executivos ser praticamente automática.

O que se sabe é que este tipo de musa está começando a entrar em decadência, agravada por essa pseudo-solidão forçada. Muitos homens já não se interessam por essas musas sem conteúdo e começam a eleger símbolos sexuais mais naturais, que não sejam criadas só para isso. Mulheres que além da beleza física possam mostrar outras qualidades, além de servirem para um relacionamento mais duradouro, o que não é o caso das boazudas, feitas apenas para algumas trepadas, para serem descartadas logo em seguida.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Sonhos de Morpheus, 17/08/2015


Mais links da internet para vocês se divertirem.

1. Dez cartazes das manifestações anti-governo que você não vai acreditar. Link

2. A privatização da cultura preocupa e poucos sabem disso. Link

3. Divaldo Franco plagia humorista da Escolinha do Professor Raimundo. Link

4. Para busólogos cariocas, mais do mesmo é "novidade". Link

5. Interessante texto sobre patrimônios arquitetônicos. Link

6. Saiba o que Hailee Steinfeld estava fazendo nas rádios americanas antes de lançar sua estreia na música, a viciante Love Myself. Link

7. Há quem ache que os caras do One Direction são donos do Twitter pela frequência que comparecem nos Trend TopicsLink

8. Ou o PT se renova ou mediocriza de vez. Link

9. Os protestos no domingo não eram contra a corrupção. Link

10. Alyson Stoner, de Camp Rock, cresceu e está muito linda. Link

11. Álbum da vez: o mago que misturava jazz e rock progressivo Jean Luc Ponty e seu magnífico Individual Choice, de 1983, que eu tinha em vinil. Link

12. Estranho ver a veterana cantora de música folk de protesto Joan Baez participando de concerto de Taylor Swift, após esta abandonar a folk music, trocando por um hip-hop meio alienado. Mas aconteceu. Link

13. Chloe Moretz e uma coruja foi a coisa mais meiga que eu pude ver ontem. Link

14. Que exemplos teremos no Brasil do futuro? Link

15. Fotografado em Salvador, o primeiro ex-BTU com o novo nome BTM, que é a ressurreição da Vibemsa metropolitana, com as mesmas empresas do Salvador Norte reunidas. Link

16. Na Record, Xuxa vai poder falar sobre sexo, mas não sobre religião. Link

17. Nem todos os que saíram nas ruas eram de direita. Esquerdistas também foram se manifestar, para intimidar os coxinhas. Link

18. Dakota Fanning, Miss Bumbum? Yes, please!!! Link

19. Saoirse Ronan aparece de surpresa em evento e estava bem sexy, Uau! Link

20. Lá fora ainda há novidades com qualidade no rock e a Suécia está dando sua contribuição com o excelente Caesars (ou Caesars Palace para os íntimos). Recomendável. Link

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Love Myself: Muito melhor do que o esperado


No último dia 07 de agosto finalmente foi oficializada o início da carreira musical da atriz Hailee Steinfeld. Conhecendo as amigas com quem ela anda, o fascínio que ela sente pelo universo do hip-hop e os produtores contratados para trabalhar com ela, imaginava que no máximo Love Myself seria uma cançãozinha mediana, como muitas que rolam nas rádios. Me enganei redondamente.

Eis que o tal dia chegou, após semanas de suspense e de uma intensa campanha de pré-divulgação com muitas postagens pelo Twitter e uma turnê em visita as rádios dos EUA. E sabe de uma coisa?: chamar Love Myself de ótima é xingação. 

Love Myself é uma pequena obra-prima do pop dançante. Há muito tempo não aparecia uma música tão empolgante na música de mercado. Uma verdadeira e intensa festa em três minutos e quarenta segundos. Parece um daqueles power-pops (termo usado pela própria Hailee para definir a sua própria música) que tocavam na excelente e infelizmente extinta OI FM (que certamente tocaria a viciante faixa composta e gravada pela cantriz).

Composta pela própria atriz e pela hit-maker Julia Michaels (composta por duas mulheres? Hummm...), Love Myself é uma canção que mesmo claramente comercial, é muito bem feita e aproveita a voz natural (Hailee é famosa pela voz sexy, isso com ela falando...) de Hailee, dispensando o mais do que utilizado pró-tools. Hailee parece uma daquelas sereias da Odisseia de Homero de tão sedutora que é a sua voz. Impossível não ficar apaixonado pela voz de Steinfeld (e o meigo la-la-la incluído no meio da música) e do clima empolgante da música que de brinde traz uma lição de vida (se ame, ignore os outros e seja feliz).

O arranjo é predominantemente eletrônico, cortesia da dupla de DJs suecos Mattman & Robin, que deram uma cara europeia à música da americana sapeca. Bastante elogiada, Love Myself  já é considerada a música do verão dos EUA. O clima dançante reforça o caráter otimista da letra, inspirada num fictício término de namoro (na vida real, pelo que se saiba, Hailee nunca namorou) sendo levado no bom humor, seguido da tentativa de elevação da auto-estima. Boatos criados por haters desocupados inventaram coisas meio pesadas sobre a letra, mas em entrevistas, Hailee já havia esclarecido que eram sobre auto-estima.

O compacto pode ser comprado em mp3 neste endereço por um preço bem baratinho. Não temos informação de quando o álbum dela será lançado, mas temos impressão de que já está pronto (Hailee passou semanas trancada em estúdio). O clipe deve ser lançado no final deste mês. 

Resta dizer que Hailee finalmente encontrou sua outra vocação, a música e que acertou logo de primeira, criando uma canção que compete com Cool Kids do Echosmith como a melhor do ano. É raro começar assim em nível tão alto e torcemos que a atriz leve a carreira a serio e que dure muitos anos, evitando ser um fogo de palha. Hailee, que demonstrou ser uma atriz com talento consagrado, pode sim, assumir que jé e uma cantora destinada a consagração. Love Myself é uma das melhores canções de dance-music dos últimos 15 anos. Eque venham muitas outras.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Sonhos de Morpheus, 11/08/2015


Mais um monte de links escolhidos por mim para vocês se divertirem.

1. Com medo da histeria fazer com ela o que fez com a Editora Abril, A Rede Globo mandou um edital supostamente em defesa do governo. Link

2. Cariocas acham que pessoas não devem ser amadas. Link

3. Nem excelentes atores conseguiram salvar Quarteto Fantástico de um retumbante fracasso que já começou nos bastidores. Pena. Link

4. Chico Xavier queria que a gente sofresse e isso atrasou o Brasil. E ele é endeusado por isso. Link

5. Jornalismo sensacionalista começa a ser questionado. Link

6. Em Salvador, VLT vai substituir trens suburbanos. Não sei se será bom.  Link

7. Assunto do final de semana, Hailee Steinfeld se lança como cantora com excelente música e chamou amigos e fãs para comemorar o lançamento do compacto. Link

8. Se usa o Firefox, é melhor atualizar seu programa pois há uma falha que permite roubo de dados e arquivos quando conectado na internet. Link

9. Álbum da vez, Tribalistas, para mim, o melhor disco brasileiro dos últimos 15 anos. Link

10. A Pequena Miss Sunshine já pode ir para algum concurso de beleza. E vai ganhar. Link

11. Some uma música bem legal, um clipe bem animado e uma vocalista gata. É o Echosmith! E acredite, virei fã dessa jovem banda. Link

12. Teresina, no Piauí apresenta seu primeiro ônibus urbano refrigerado. Link

13. O vídeo que transformou a atriz Peyton Roi List na minha nova paixão. Link

14. Astronauta cantor vai lançar disco de folk. Será bom? Vamos aguardar. Link

15. Administradora de fan-site garante que Love Myself, de Hailee Steinfeld não é sobre masturbação como alguns engraçadinhos estavam sugerindo. Link

16. Niterói vai lançar portal de transparência do transporte que não tem transparência. Link

17. A crise é real e deve ser resolvida. Mas petistas e direitistas preferem ficar brigando feito moleques ao invés de lutar para acabar com esta crise que aumenta inflação e desemprego. Link

18. O que aconteceu com a cultura rock? Link

19. Revoltante! Aumenta a violência contra a mulher em Niterói! Link

20. Nem tudo está perdido! O novo namorado da lindíssima modelo Miranda Kerr é um nerd!!! Já posso ter esperanças em arrumar uma namorada decente! Link

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Hailee Steinfeld paga pelos micos de Miley Cyrus

Estamos vivendo uma época de inversão de valores. Se você é vulgar, usa drogas, é agressivo e só abre a boca para falar asneiras, você é "autêntico" e se ganha imunidade nas críticas sociais. Se não faz nada disso, é "hipócrita" e muita gente baixa o cacete em quem age com prudência.

Vou confrontar dois exemplos de celebridades mas sabendo que a coisa é mais comum do que se imagina, não se limitando a estes casos que vou mencionar. Infelizmente as pessoas criaram mais simpatia por pessoas assumidamente erradas como se elas admitissem a sua natureza humana, o que para mim soa como apologia a prática de erros.

Na última sexta, foi lançada a tão esperada música que inaugura oficialmente a carreira musical da talentosa atriz Hailee Steinfeld, de nome Love Myself. O que deveria ser visto como uma celebração pela auto-confiança e apologia à elevação da auto-estima, foi entendido por um bando de pervertidos como "canção sobre masturbação" e a nova cantora foi xingada de "punheteira". 

Elegante e inteligente, Hailee preferiu ignorar a polêmica e deixou os pervertidos falarem sozinhos e continuou a divulgar sua bela canção, de ritmo empolgante e forte candidata de tema oficial do verão americano. Felizmente os pervertidos foram minoria, mas infelizmente uma minoria bem barulhenta.

Hailee é uma garota discreta e de mentalidade evoluída. Não que sexo fosse ruim (não é), mas é um assunto pessoal demais para ser tratado publicamente como os pervertidos querem que seja tratado. O sexo é assunto para se falar entre quatro paredes e um numero mais limitado possível de pessoas. A vulgaridade não está no sexo, mas na tentativa de tirá-lo de seu contexto, tornando assunto público, 

A certa paga pela errada

Interessante que enquanto Hailee é acusada por algo que nem fez (ela não para de dizer nas entrevistas que a canção é sobre auto-confiança), outra celebridade da mesma geração segue aprontando tranquilamente, sem a menor critica, ignorando os limites da ética, do bom senso e da classe: Miley Cyrus.

Miley, filha do cantor de country-rock  Billy Ray Cyrus, criou uma espécia de ódio à personagem que a consagrou, Hannah Montana (que rendeu, pasmem, um ótimo seriado e um bom filme), e decidiu que se chegasse aos 18 anos iria fazer tudo a contrário. Miley na sua ignorância e no seu desejo desesperado de romper com estereótipos, acabou confundindo perversão com "maturidade" e virou a "putinha oficial de sua geração". Rompeu com um estereótipo para aderir a outro estereótipo.

Mas Miley não recebe críticas por sua postura. Pelo contrário: quanto mais apronta, mas aplausos recebe. É confundida por muitos como ativista social. Às vezes dá declarações boas, mas elas entram em contradição com a postura assumida de estrela pseudo-pornô drogada.

Mas porque Miley apronta todas e é elogiada enquanto a Hailee fica na sua e é esculachada. Simples: por acreditar na falácia de que "errar é humano" (erros são sinal de atraso humano - isso precisa ser dito), muita gente acha que os errados estão sendo honestos e os corretos estão sendo hipócritas. Para muitos, o normal seria Hailee agir como uma prostituta de luxo, como a Miley está agindo.

Aqui no Brasil, musas aliadas à vulgaridade não são criticadas justamente por causa dessa ilusão da falta de hipocrisia (quem substitui hipocrisia por baixaria está correto?), enquanto mulheres mais discretas e sóbrias são crucificadas em público.

Isso faz com que os valores sociais, já frouxos se afrouxem mais, criando uma inversão de valores em que os certos pagam pelos erros cometidos pelos mal intencionados. Não é raro vitimas de agressões serem culpadas no lugar de seus algozes, livrando seus agressores de qualquer acusação.

Sinceramente nossa sociedade está ficando estranha, valores vão se invertendo e ser prudente passa a ser visto como um defeito. Deixo aqui este caso para vocês debaterem, mas sabendo que estou do lado da Hailee Steinfeld, tendo a certeza que ela nunca iria escrever (ela é autora da letra) algo que fosse tão baixo-astral. 

Gostam de baixar o astral? Deixem isso para a Miley Cyrus. Ela faz isso com "catigoria".

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Faltando homem? Só se for para essa louca desafinada!

Estava na filial de Icaraí das Lojas Americanas, quando no áudio da loja rolava uma música horrível de forró-brega com uma irritante voz feminina desafinada que bradava "Está faltando homem, está faltando homem", cuja letra pedia que aparecesse um homem que se comportaria feito um cavalheiro. Incomodado com o som, deixei imediatamente a filial.

Aí me pus a pensar. Será que está faltando homem ou está faltando homem para mulheres chatas e bregas como a cantora da tal musica irritante? Se ela quisesse realmente um gentleman teria que ela mesma mudar seu comportamento e sua personalidade. Pra começar abandonando a música brega.

Os fatos mostram que ultimamente, sempre há homem para mulheres que não são vulgares. As que ficam sozinhas sem opção é porque na verdade escondem (ou até mostram) algum defeito sério que acaba espantando algum homem disposto a um relacionamento decente.

Se bem que vejo mais homens na rua, além de quase todas as mulheres que valem a pena estarem comprometidas. Realmente deve estar faltando homem para esta doida que berra neste forró-brega idiota.

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Sonhos de Morpheus, 03/08/2015


Depois de muito tempo parado, está mais do que na hora de verificamos o que aconteceu no mundo esta semana. Vamos a mais um giro. Cuidado para não ficarem tontos!

1. Eliza Dushku, querida para nós, mas hasbeen para a mídia, teve que trocar o quarto de hotel com os arrozes de festa do One Direction. Link

2. Médium psicografa "carta" do leão Cecil, que manda mensagem em linguagem humana. Pelo que anda a mediunidade no Brasil, isso não é surpresa. Link

3. Kaissara já se torna querida dos busólogos e recordista em aparições na foto da hora no Ônibus Brasil. Nós também viramos fãs da empresa. Link

4. Compacto de estreia da carreira musical de Hailee Steinfeld, Love Myself, tem a sua capa definitiva, após avalanche de sugestões de fãs. Link

5. Uma das atrizes mais lindas do mundo, Amandla Stenberg, é uma mulher madura no corpo de uma jovem de 17 anos. Link

6. A burrice reinante na música brasileira realmente popular é mais perigosa do que você imagina. Link

7. Chico Xavier, o deturpador do Espiritismo. Duvida? Assista esta palestra. Link

8. Big Bang Theory quase teve um ancestral que não chegou a ir ao ar. Veja o episódio-piloto do seriado inspirado no filme Vingança dos Nerds.

9. Veja aqui porque o sortudo Greg Sulkin é um dos homens mais invejados do planeta. Link

10. Álbum da vez: Revolver, dos Beatles, de 1966 na remasterização de 1988, extraído de vinil. Um clássico que tenho a felicidade de ter em minha cdteca. Link

11. Ministério Público garante: fim da corrupção endêmica não vai ocorrer pela mudança de um governante. MP diz que não apoiará protestos pró-impeachment. Concordamos! Link

12. Chloe Grace Moretz é corredora de rally agora. Link

13. Idiotização cultural não é ruptura de preconceito. Link

14. Espiritismo brasileiro tem que retomar Kardec e começar do zero sem as tolices e os falsos profetas que bagunçaram a doutrina por mais de 100 anos. Link

15. Conservadores de direita agora se tornam terroristas. E isso deve ser levado a sério. Link

16. O Dia "Mundial" do Rock é uma farsa comemorada só no Brasil, o país de tolos que odeia rock'n'roll. Link

17. Porque as mulheres preferem homens com gostos, ideias e hábitos iguais aos da maioria? Link

18. Porque não vale a pena comprar as miniaturas dos carros do James Bond em série inédita da Hot Wheels. Link

19. Mauá se despede do Viale que ajudou a difundir e põe os Torinos 2014 para rodar com a pintura tradicional que eu vi surgir na infância. E esta foto foi clicada por mim! Link

20. Barack Obama e o fracasso no combate ao racismo ianque. Link